semtelhas @ 11:58

Sex, 10/04/15

 

Excluindo aquelas situações em que até o apelo ao sentimento materno é ultrapassado, quando todos somos bichos, uma das magnas questões com as quais os homens sempre se confrontaram é quando em circunstâncias limite, perante escolhas "impossíveis", opta pelo amor, pela fidelidade, ou pela honra tal qual ela é entendida por cada um. Mais do que uma história bem contada, eficiente e eficaz em todos os sentidos, nomeadamente o comercial, particularmente bem embalada por uma bela banda sonora, é na resposta a esta pergunta que reside a alma do filme "Suite Francesa".

 

1940, uma cidade nos arredores de Paris, o amor proibido entre uma francesa e um tenente alemão. Quantas vezes? Quantas pessoas? Terão enfrentado este mesmo dilema vivendo dentro de tão cruel cenário? E neste preciso momento, aqui e agora, por esse mundo fora, não serão inumeras as pessoas que sofrem da mesma dúvida? Alguém disse que o homem é a sua circunstância, provávelmente esta afirmação encerra em si mesma uma espécie de solução. No fim talvez tudo não passe de uma questão de honestidade de cada um para consigo próprio, porventura o truque estará em conseguir sabermos colocar-nos a pergunta, e conseguir responder-lhe obtendo a sincera sensação de assim melhor ter respondido ao mais profundo desejo da alma, e acreditar que a este corresponde o que é mais justo.

 

 

 

 


direto ao assunto:

"O medo de ser livre provoca o orgulho de ser escravo."
procurar
 
comentários recentes
Pedro Proença como presidente da Liga de Clubes er...
Este mercado de transferências de futebol tem sido...
O Benfica está mesmo confiante! Ou isso ou o campe...
Goste-se ou não, Pinto da Costa é um nome que fica...
A relação entre Florentino Perez e Ronaldo já deve...
tmn - meo - PT"Os pôdres do Zé Zeinal"https://6haz...
A azia de Blatter deve ser mais que muita, ninguém...
experiências
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim