semtelhas @ 12:36

Ter, 01/07/14

 

Como passaritos assustados, excitados pela chuva que ameaça cair das nuvens pretas e gordas que, empurradas pelo vento, passam a alta velocidade lá em cima, muito juntas não deixam ver o céu nem o sol espreitar, algumas mantêm-se no areal, frenéticas em corridas nervosas e gritinhos debaixo d'olho das atarantadas vigilantes, que não sabem o que hãe-de fazer depois de arriscarem numa mudança de tempo. E mudou, mas para pior, já caem as primeiras pingas sobre as intermináveis bichas de centenas de criancinhas esperando no passadiço, entre as quais tenho que cuidadosamente ziguezaguear porque elas, donas do mundo, não querem saber. Rostos fechados as maioritáriamente mulheres adultas, também já se vê um ou outro jovem, surpreendentemente carinhosos e muito ativos, tomam conta da criançada e vão dando instruções irritadas, algumas, mais experientes, brincam, onde estão as vossas barrigas? olhem para elas! não as trouxeram? esqueceram-se? uma gargalhada geral da pequenada. Lá adiante na estrada dezenas de camionetas "ronronam" de motores a trabalhar aguardando a ruidosa invasão. Até onde a vista alcança é a debandada geral, pequenos e graúdos. A caminhar à minha frente um velhote já habitual mas lado a lado com ela que, provávelmente com medo da chuva, hoje não o quis acompanhar e que ele agora vislumbra lá ao fundo prestes a entrar num café, acena-lhe... nada, outra vez agora com um assobio, o assobio...nada, entretanto passa uma esbelta gazela em elegante corrida, ele nem pestaneja!, e insiste com outro aceno mais uma assobiadela... nada! ainda assim bonito de se ver tanto amor com cabelos brancos. Mais adiante um improvável diálogo entre um superbemcheiroso, fez-se anunciar pelo perfume muitos metros antes, e ricamente aperaltado no seu porte atlético de vencedor, rosto inteligente, pele imaculada, bronze cuidado, e um escanzelado pequenote, roupas andrajosas, barba e cabelos enormes num rebuliço imundo, nos pés negros umas decrépitas "chinelas de dedo", perigosamente perto porque prestes a serem esmagados pelos belos e brilhantes sapatos italianos a menos de um cêntimetro. Na volta, praia já deserta, a surpresa de na duna, atrás dos arbustos, ser a antes, e seguramente depois, aprumada criatura quem está de joelhos. Recolhem-se cadeiras, fecham-se guardas-sol, e, nos cafés e restaurantes da praia, amaldiçoa-se esta espécie de inverno que não nos larga! este ano ainda não deu sequer para arrancar! Lê-se-lhes nos rostos desesperados. Também o grupo de autistas veio, mas com estes os monitores nem arriscaram fazê-los sair da pequena camioneta, ainda assim é melhor que ficarem presos dentro de um quarto ou de uma sala! terão concluído. Lá estão eles a espreitar pelas janelas na suas aparências assimétricas, olhares perdidos, sons guturais, aparentemente felizes porque protegidos da suave intempérie, enquanto cá fora deambula um personagem que normalmente os vigia durante os passeios em que com eles me cruzo, e paciente, incansávelmente se desdobra em avisos e palavras de conforto. Transporta para a sua imagem e postura a pessoa incrívelmente humana que tem fatalmente de ser, cabelo comprido preso num rabo de cavalo, barbicha, sulcos profundos no rosto moreno, cansado, já viu e compreendeu tudo, olhos normalmente franzidos mas que nos desvendam num relance. A cobrir o corpo extremamente magro que negligêncía, acho que nunca o vi sem um cigarro aceso no canto da boca de lábios secos e finos, roupas largas e sempre de variadas cores vivas, um apelo de liberdade e profusão de vida e alegria, faça chuva ou faça sol, seja verão ou inverno! Nos pés nús acho que lhe vi sempre as mesmas sandálias! Uma vitória da ética sobre a estética! Quase a chegar ao fim de mais uma caminhada eis que o sol espreita e brilha! Como tantas vezes na vida, tarde demais.

 


direto ao assunto:

"O medo de ser livre provoca o orgulho de ser escravo."
procurar
 
comentários recentes
Pedro Proença como presidente da Liga de Clubes er...
Este mercado de transferências de futebol tem sido...
O Benfica está mesmo confiante! Ou isso ou o campe...
Goste-se ou não, Pinto da Costa é um nome que fica...
A relação entre Florentino Perez e Ronaldo já deve...
tmn - meo - PT"Os pôdres do Zé Zeinal"https://6haz...
A azia de Blatter deve ser mais que muita, ninguém...
experiências
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim