semtelhas @ 14:48

Dom, 24/06/12

" Santo António já s'acabou, o S. Pedro não começou, S. João, S. João, S. João..."

 

Nada melhor que viajar pela música de alguns dos mais notáveis compositores franceses para readiquirir o equilibrio perdido no meio de tanta luz, tanta cor, tanto barulho bom da alegria, dos altifalantes, nos excessos da mesa, de olhos perdidos em dezenas de balões, no fogo de artificío.

 

Camille Saint-Saens ( La Cygne ), Claude Debussy ( Claire de Lune ), Eric Satie ( Trois Gymnopedies ), Gabriel Fauré ( Siciliénne ), Jules Massenet ( Meditation ) e Maurice Ravel ( Pavane Pour Une Infante ), o mesmo peso no outro prato da balança.

 

Depois do paganismo a religiosidade, depois do profano o sagrado. Confere. 


direto ao assunto:

"O medo de ser livre provoca o orgulho de ser escravo."
procurar
 
comentários recentes
Pedro Proença como presidente da Liga de Clubes er...
Este mercado de transferências de futebol tem sido...
O Benfica está mesmo confiante! Ou isso ou o campe...
Goste-se ou não, Pinto da Costa é um nome que fica...
A relação entre Florentino Perez e Ronaldo já deve...
tmn - meo - PT"Os pôdres do Zé Zeinal"https://6haz...
A azia de Blatter deve ser mais que muita, ninguém...
experiências
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim