cores da lua @ 23:08

Dom, 27/05/12

Consultórios, autocarros, bancos de jardim, praia, estes e tantos outros lugares, espaços privilegiados para, com orgulho e vaidade, ostentar os mais elaborados e meticulosos trabalhos de croché.

 

No lar, frente ao televisor, um cesto agulhas e linhas, doses de paciência, às mãos de meninas e senhoras prendadas que transformavam novelos em objectos de admiração. Esta ocupação, dita de mulheres, foi também muitas vezes a forma de amealhar uns escudos para garantir alguma, mesmo pequenina, independência financeira.

 

Quase todas as raparigas tinham de passar por esta prova, uma superavam outras não. Superei-a, mas não fiquei fã. Admiro a paciência, desmedida, de quem, se dedica a tal tarefa. Mas hoje o crochet, é abordado de forma muito diferente, passou a outra dimensão.

 

 

© Johamiltonarte







direto ao assunto:

"O medo de ser livre provoca o orgulho de ser escravo."
procurar
 
comentários recentes
Pedro Proença como presidente da Liga de Clubes er...
Este mercado de transferências de futebol tem sido...
O Benfica está mesmo confiante! Ou isso ou o campe...
Goste-se ou não, Pinto da Costa é um nome que fica...
A relação entre Florentino Perez e Ronaldo já deve...
tmn - meo - PT"Os pôdres do Zé Zeinal"https://6haz...
A azia de Blatter deve ser mais que muita, ninguém...
experiências
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim