semtelhas @ 13:22

Qua, 17/07/13

 

Tinha acabado de estacionar a viatura ao lado da tasca de sempre, SGventil se faz favor, ou, cinco bijus, conforme o serviço era para o pai ou para a mãe, e a D. Iria, pega lá filho, são branquinhos como tu gostas, a doçura possível enquanto aviava, horas a fio neguinhos e Cristais, até ao vómito diário, ali mesmo, de onde o observava a descer aquelas dezenas de metros que me separavam da porta do prédio da minha infância.

 

Olá M. como vai isso?, demorara uma eternidade e, mesmo assim, chegou a ofegar, titubeante, levantou a cabeça e pude ver-lhe o rosto envelhecido, olhos mortiços, cabelo ralo, mas ainda aquele traço fino que o distinguia, Cá vamos, a F. é que cada vez está pior, não dorme nem me deixa dormir, chama-me a toda a hora para nada, e quando não me chama devia ter chamado. A F. foi aquela que toda a vida lhe aparou o jogo, Olhem para isto! Não é linda? Perguntava ela às vizinhas mostrando uma fotografia da partenaire e espampanante amante do marido, tirada aquando de uma atuação no Candeia, no Porto. Porque é que não a deixa ao cuidado de alguém? Assim ainda vai acabar como ela, e depois quem é que vai ajudar-vos? Com expressão queixosa fita-me perscrutador, Pois, mas é tudo tão caro! Sei que o filho, que sempre fez, e faz, o que ele fazia e nunca o que dizia, o visita regularmente no dia em que recebem a parca reforma dela, ele tem direito a nada, e os alivia de boa parte dela, Se calhar o melhor é tentar interná-la, encara-me, grave, e leio-lhe no olhar a culpa que o amarra.

 

Vejo-o há quase cinquenta anos atrás a fazer aquele mesmo percurso, baixote mas com uma postura de conquistador, a cabeça reluzente de brilhantina, o rosto impecávelmente escanhoado, aquela mesma expressão grave que ainda agora vira, o olhar lá bem à frente, o fato de artista e, calçados por sapatos irrepreensíveis, os pés majestosamente atirados para o lado, esquerdo-direito, esquerdo-direito. O perfume precedia-o uns bons dez metros, Olá rapaz! Estás bom? Pega lá cinco escudos para ti. Aquela pequena fortuna, mas sobretudo a possante voz de tenor, pura e simplesmente me calavam, só permitindo que exibisse um envergonhado sorriso de agradecimento. O efeito tinha começado bem antes, eu a evitar todo e qualquer barulho que pudésse incomodar o descanso do guerreiro, atendendo às lancinantes súplicas da pobre F., quando, como de costume, sou surpreendido por sonoros desentupimentos, seguidos de intermináveis mimimimimimmmmmmi's afinatórios, tudo em nome de uma garganta bem treinada. Por vezes acompanhados, e como aquilo me encantava!, por arrebatadoras árias, das quais recordo como se fosse hoje, aquela parte dos Palhaços, de Leon Caballo, em que, após matar a amada, o assassino deixa cair estrondosamenete a faca ao chão. Dizia-se até, mito ou não, que ainda jovem recebera uma carta de um conhecido empresário italiano que o tinha visto atuar, convidando-o para uma digressão naquele país, mas que a mãe, fonte do egoísmo primordial que haveria de envenenar várias gerações, escondeu negando-se a ver-se privada daquele que era o seu preferido e alter ego.

 

Não há muito tempo fui aos Fenianos assistir a uma espécie de homenagem que os amigos lhe fizeram. Lá estava a mulher, toda encarquilhada, num dos cantos da primeira fila, ao lado o filho e a nora com ar de tirem-me daqui e, à minha frente, que estava do outro lado e na terceira fila, o neto, bem longe do avô e...do pai, ao qual, dizem-me, puxou e com quem mantém forte desavença. Três gerações de artistas por cumprir e suas frustrações. Quando me viu do palco, onde arranhava ainda muito razoávelmente um pasodoble, brindou-me com um teatral aceno de diva o qual, confesso, me encheu de orgulho e arrastou para um falso e superefémero estrelato, quando toda a sala virou a cabeça na minha direção, e que, mal pude, retribuí com o abraço da praxe. Saí ao intervalo. 


direto ao assunto:

"O medo de ser livre provoca o orgulho de ser escravo."
procurar
 
comentários recentes
Pedro Proença como presidente da Liga de Clubes er...
Este mercado de transferências de futebol tem sido...
O Benfica está mesmo confiante! Ou isso ou o campe...
Goste-se ou não, Pinto da Costa é um nome que fica...
A relação entre Florentino Perez e Ronaldo já deve...
tmn - meo - PT"Os pôdres do Zé Zeinal"https://6haz...
A azia de Blatter deve ser mais que muita, ninguém...
experiências
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim